Bati punheta ao sobrinho e depois dei o cuzinho pra ele - Contos Eróticos | rechka-yar.ru

Bati punheta ao sobrinho e depois dei o cuzinho pra ele

Olá a todos eu sou a Maísa, sou casada e tenho 27 anos e amo meu marido, mas a minha vontade era igual a muitas casadas, fazer o amado de corno, então por mais que eu o amasse eu tinha meu fetiche de mulher e na hora que ele chupasse minha boceta é fácil. Eu abriria a boceta e diria, chupa a minha boceta corno.
Porém e eu não tinha ideia real que ia ser vagaba quando recebi o sobrinho e ele ia passar um ano a título de estudos e nos primeiros meses tudo correu normal e ele nunca me desrespeitou, porém havia uma particularidade que acontecia sempre.

(Quer usar este espaço para divulgar algo? clique na imagem.)

E acontecia na hora de fecha a casa, todo santo dia eu olhava por perto do quarto dele e qual foi minha surpresa? Meu sobrinho se deliciando numa gostosa punheta e aquilo me excitou, porém como ele não me viu, sair do quarto, e resolvi no dia seguinte e já com segundas intenções ouvir mais.

E me aproximo à porta do quarto e mais surpresas ouvir gemidos do sobrinho… Tia Maísinha vem aqui, bate uma pro teu sobrinho, vem tia como uma boa putinha que tu és, e batizar tia vagabinha o pau do sobrinho e depois tu vais me dar à boceta e bunda e vou gozar titia rabudinha que eu sei que tu chupas pica e dá a bunda eu quero meter no teu cu apertado e vou foder teu cuzinho titia patinha rabuda.

E ao ouvir isso foram duas coisas que me aconteceu; na hora fiquei com raiva, meu sobrinho batendo uma, me chamando de piranhazinha e por isso eu ia entrar, porém percebo que na verdade já chequei a porta excitada e segundo; eu tinha a mão na boceta e eu me tocava ouvindo ele se masturbar me chamando literalmente de tia de cara de puta de zona do cuzinho apertadinho.

Porém eu resisti à tentação e fui pro quarto foder com meu marido e meu pensamento ao abri as pernas pra ele era pensar no meu sobrinho batendo uma e ejacular em minha face e enquanto me masturbo com um dedo na boceta e ao mesmo tempo enfiando outro dedo no meu cuzinho e chequei ao orgasmo, pensando nisso: que ele me chama de tiazinha que bate punheta pra gozar no rosto dela.

E confessos a vocês, era como uma mensagem subliminar, pensar em ele ejacular em meu rosto e por isso eu ia trabalhar e voltava com a boceta úmida só pensando em bater uma pra ele, mas faltava coragem pra encarar, e por isso em casa passo a usar shortinho pra provocar e um dia tive sorte, ele chegou bem porre e meu amado dormia que roncava e me sentir excitada e tirei uma de ir a sala colocar lençol e um ventilador.

E tudo pronto e vejo que ele usava um short largo. Quer oportunidade melhor? E sento ao lado, passei a mão nele, e disse acorda e ele não acordava, e passei a mão bem devagar por dentro do short indo pega na rola e seguro com dois dedos e levemente no sobe e iniciei uma pequena bronha pra ele e o negócio foi endurecendo e mesmo sentindo medo passo a mão ao redor do pau e aí sim começou a aumentar e começo a falar bem baixinho.

– Eu vou tirar este teu leite seu safado, eu quero bater punheta pra ti e não conta nada ao meu maridinho, aquele corno foi dormir e eu venho aqui bater punheta, que a tia é putinha e a tia vai ordenha você, a tua vara gostosa e não disseste que a titia é rabudinha?

Pois então a titia é uma patinha rabuda ela o cuzinho dela sim, e ela é viciada numa rola no cu dela. E me excito com minhas próprias palavras, levantei mais o lençol e vejo a manjuba apontada pra cima e me abaixei e beijei a cabeça e sentir o odor do membro e por um curto momento extrapolei de excitação, e sem medo comecei a punheta lo rápido e aproximei a boca e recebo uma grande quantidade de leite de esperma no rosto, na boca e alguns bobordões de porra nos lábios que cai gotas e mancha o lençol de esperma.

E na hora me sentir muito envergonhada e pra completar espermas na minha mão e esfreguei a mão na roupa e ao corri para o banheiro, louca para lavar a mão, pensando o que foi que eu fiz? Porém uma vez dentro eu olhei minha mão, olhei para o espelho e vejo golfadas nos cabelos e a face lambuzada com esperma e lambi dedo por dedo e me masturbei.

E assim leitor lá estava eu. Uma mulher casada que possuía o fetiche em fazer o marido de corno e na calada da noite estava no canto do banheiro passando e recolhendo com os dedos o excesso de esperma do rosto e alternando os dedinhos se masturbava e o gozo foi metendo todos os dedos na boceta e foi um dos mais forte que tive.

Mas, o interessante é que chego ao quarto, meu amado dormia de pau duro e o punhetei lá mesmo, e claro, ele acordou pelo menos eu achava isso e depois tive relações sexuais e eu não sabia que ele sabia que foi corno. Mas nos seguimentos dos fatos ele ainda não entra na historia.

E o que vou fazer com meu sobrinho? E ele passaria um ano em casa á estudos. Nos primeiros dias eu mal olhava pra ele, porém em oportunidades chequei a flagra ouvido pela porta os mesmos gemidinho me chamando de titia chupeteira e punheteira de rola, entre outras coisas.

Isso só me levava a ter relações com meu marido e eu fazia questão na hora da relação amorosa lamber meus dedos e foi ele mesmo que saiu um dia e fui ao quarto e eu sabia que meu sobrinho era frequentador assíduo de vídeos de tia fodendo com sobrinho e foi difícil flagra, mas era só ele sair e pronto um dia flagrei.

(Quer usar este espaço para divulgar algo? clique na imagem.)

E todos sabem, quando a mulher quer ela arma tudo, e por isso entrei de surpresa no quarto dizendo que precisava usar o notebook dele, e amado leitores precisava ser assim, no estilo rápido e inocência. E assim falei, deixa rápido, e inocentemente sentei no colo e entrei num site de culinária com a desculpa de uma receita, coisa que demorou um tempo, porém tempo suficiente pra esfrega a bundinha nas coxas dele e fechei o site e mais inocentemente levo o mouse até o histórico dizendo, eu coloco pra você onde estava e pronto lá estavam vídeos de tia se deliciando em rola.

E fico olhando e sem falar nada passo a mão por cima do short dele e fico por alguns segundos alisando o pau dele e começo a passar o dedo entre o short indo pega o pau que já estava duro e com a outra mão eu mesma puxei um pouco o short dele

E na maior inocência digo… Que isso, porque teu pau tá duro? E aqui neste vídeo só tem pica grossa e se eu assisti contigo você não conta pro meu marido? Claro que resposta foi sim, e fiquei olhando o vídeo e sem olhar pra dele comecei a punhetar- lo devagar e sem falar nada eu levantei e levanto a saia e calcinha para o ladinho e sem pressa fui sentando devagar na vara e o pau foi abrindo a boceta e bem devagar fiquei subindo e descendo.

Até que a inocência por assim dizer tinha que de acabar e como se eu fosse vacinada com agulha de vitrola tagarelei a falar e disse esta gostando de foder à tia? Eu sei rebolar que é uma beleza e nisso fui acelerando e ele a estocar, que eu subia e voltava e minha bunda batia forte nas coxas dele e foi como uma devassa que pedi leite na boceta. E nunca poderia imaginar a gozada forte que dei ao dizer em voz alta que é só o corno nunca saber que a tia foder com você e sei que você quer me comer.

Eu sei que você me acha uma vagabunda e agora experimenta cachorro a boceta da tia e vamos fazer, vamos fazer meu marido de corno vai, vai logo meter todo o pau na bocetinha e faça logo meu maridinho aquele corno e neste palavreado veio o esparmos de gozo de uma esposa fazendo o marido de corno e ele como se quisesse isso há muito tempo encheu minha boceta de esperma e dei lhe um beijo e lembrei a ele, é segredo nosso.

Tenho relações com ele já um mês, tempo que me sentir confiante e foi quando ele fodeu meu cuzinho, só que eu fui experta e mandei antes meu marido ir comprar lubrificante com a desculpa que eu ia da pra ele e mentira era pra usar primeiro com meu sobrinho e ele gosta que eu fique de quatro e ele soca com força e dei tanto o cuzinho que ficou ardidinho.

E não resta duvida que experimentasse o prazer em se puta e dou como uma puta; Rebolo no pau e que eu mais gosto é eu mesma pincelar o pau dele no meu cuzinho e eu mesma meto pra abri a argola e faço questão de eu mesma ir pra frente e pra trás e aperto com as pregas e enfio mais um pouco, e o resultado final de dar como uma puta? Ora, muita gala na rosquinha.

E fiquei viciada em bater punheta pra ele ao mesmo tempo em que ele me masturba. Mas nosso estilo mudou ao contar pra ele o que fiz quando ele dormiu porre e ele passou a meter o dedo na minha bunda enquanto eu me masturbava.

Agora é vez de o meu marido entrar na historia, ele sabia e me contou no dia que ele estava me comendo e disse que viu quando chupei o pau dele e quando corri ao banheiro, ele foi deitar e por isso quando cheguei ao quarto ele estava de pau duro e que ele gostou muito do que viu e se fosse só pra ele tudo bem, mas eu não devia dar pra mais ninguém… E vocês podem pergunta por que só ele?…É dentro de casa e meu marido sabe que é corno, não preciso sair pra foder a as pessoas saberem que sou puta e adora fazer o marido de corno.

E meu amado sempre viaja e sabe a esposa que tem e vou foder dentro de casa, mas meu marido não deixa no meu quarto e vou pra quarto dele e passo a noite dando a boceta e antes de ir pro meu quarto dou o cuzinho pra ele que é nosso ápice quando ele fode e enche meu cuzinho de leite.

E como falei antes sou a Maísa, tenho 27 anos e estou na flor da idade e meu marido sabe que preciso de leite e demorou até revelar que meu marido sabia e disse isso há três meses antes dele ir. Porém eu estava proibida de dar no quarto

E o bom era em dia de jogos os três sentados no sofá e eu sentava no pau de um, e claro ser forçar, e um deles não gozar logo, e ia ao pau de outro enquanto eles tomavam cervejas. E nessa excitação foi até meu próprio marido levar nós dois pra mesma cama e fodemos vendo TV no bendito jogo e meu marido viu tudo, e umas das cenas que mais me marcou na cama, foi meu marido me empurrando pra fica em cima do outro e montei e tive relações sexuais na frente dele.

Conto enviado por:  Maísa Ibida (Obrigado)

Gostou do conto? deixe-nos saber com um comentário.
Quer entrar no nosso grupo ? Veja aqui como o fazer: .
E se quiser nos enviar o seu conto faça por aqui: Enviar Conto.

(Clique na imagem em baixo visite nosso parceiro)

4 comentários

  1. Queria meter numa titia dessa, só cuzinho, humm, delicia!

  2. Adoraria conhecer uma tia assim Humm

  3. Nossa que tia gostosa, adoro um cuzinho de tia… huummm

  4. JOSE MARCOS DA SILVA

    ADOREI ESTE CONTO QUE DELICIA QUERIA MUITO UMA TIA DESSA.

Deixe um Comentário. (Proibido divulgar Whatsapp ou emails)

Seu endereço de e-mail nao será publicado.Campos obrigatórios são marcados *

*


Online porn video at mobile phone


comi minha mae contoslink grupo whatsapp sexocontos eróticos carnavalcontos eróticos heteroscontos mulher casadacontos eroticoa gaysconto irmacontos lesbicos tumblrconto erotico mulher casadatransei com minha sograrelatos de incestoscontos eróticos com cachorrosconto erotico assaltocontos de incestocontos eroticos comendo a primacontos eroticos mulher do amigocontos eróticos de virgemcontos de encestocontos eroticos de tiocontos casalcontos picantes incestoprimeira experiencia lesbicacontos eroticos 11contos cuckoldcontos eroticos com a maeforum contos eroticosconto virgemcasada no cio contoscontos eróticos de evangélicascontos reais de incestoscontos de corno com fotoscontos eróticos reaiscontos empregadaco tos eroticoscontos eroticos garotinhamarido.cornocasos eroticoscontos eróticos de swingcontos eróticos casadasconto erotico troca de casalconto erotico secretariacontos eroticos evangelicoshistorias eroticas reaiscontos eroticos primeiro analcontos erocticoscontos eroticos bem picantescontos de cucontos eroticos onibuscontos eroticos fatos reaiscontos erotico incestocontos eroticos comendocontos eróticos ultimosmelhor site de contos eroticosconto erotico amigascontos eroticos com incestocontos eroticos de casadas safadascontos eroticpscontos de traiçaocnn contos ercontos eróticos mais lidoscontos eroticos cornocontos eroticos menagecontos eróticos na praiacontos eroticos comendo a tiacasais eróticosconto erotico gay caminhoneirocontos cuzinhoincesto mae e filho contoscontos eroticos vizinha novinhacomi minha tia contocontos eroticos na baladacontos eróticos de esposas